Fernando Tavares

Fernando Tavares

terça-feira, 3 de abril de 2018

Harmonia - Aula 04 - Classificação dos Intervalos


Olá pessoal!
Estamos de volta com a quarta parte da matéria de harmonia, agora vamos falar sobre como são classificados os intervalos.
Os intervalos são contados a partir de uma nota de referência que é chamada Fundamental ou Tônica. Nos primeiros estudos a fundamental será a nota .
Uma escala contém sete notas, nomeadas com um intervalo, a 1ª nota recebe o nome de Fundamental ou Tônica, segue 2ª (Segunda), 3ª (Terça), 4ª (Quarta), 5ª (Quinta), 6ª (Sexta) e 7ª (Sétima).
Sendo a nota a fundamental, a nota será a sua segunda, o Mi a sua Terça, o a sua quarta, o Sol a sua Quinta, e assim sucessivamente.

Os intervalos podem ser maiores, menores, justos, diminutos ou aumentados.
- Os intervalos de 2ª, 3ª e 6ª são considerados maiores.
- Os intervalos de 4ª e 5ª são considerados justos.
- O intervalo de 7ª é considerado um intervalo menor, a sétima maior deve ser grafado com a letra “M” maiúscula ou com o sinal de + ao seu lado.
Veja abaixo um estudo prático dos intervalos da escala maior.


Estes intervalos podem ser alterados no sentido ascendente ou descendente.
- Os maiores quando alterados no sentido ascendente tornam-se aumentados e descendente tornam-se menores.
- Os justos quando alterados no sentido ascendente tornam-se aumentados e descendente tornam-se diminutos.
- O Intervalo de Sétima quando alterado no sentido ascendente é chamado Maior e descendente é chamado Diminuto.
Estude com calma toda esta parte teórica, ela será muito importante para o seu desenvolvimento como músico. Intervalo é a chave para entender sobre como ocorrem as relações harmônicas.


Vídeo:




Abraços e até a próxima coluna!

Nenhum comentário: