Fernando Tavares

Fernando Tavares

sexta-feira, 27 de abril de 2018

Técnicas Para Contrabaixo – Mão Direita - Parte 4


Olá pessoal!

Voltamos nesta semana para a quarta parte da coluna para mão direita. Nas colunas anteriores trabalhamos utilizando os dedos indicador e médio da mão direita. Nesta edição vamos inserir o dedo anelar em nossos estudos.

Exercício 01

Este exercício é proposto para adquirir uma força igual nos três dedos que utilizaremos na mão direita, seguem três padrões para estudarmos. No primeiro padrão (1A) temos o estudo com os dedos indicador e médio, no segundo padrão (2A) com os dedos indicador e anelar e no terceiro padrão (3A) com os dedos médio e anelar.


Exercício 02

Neste exercício temos uma levada com a célula rítmica de colcheia na tonalidade de Lá Menor explorando combinações com os dedos indicador, médio e anelar em três sequencias diferentes (2A, 2B e 2C). Aconselho o estudo dos três padrões e após o estudo inicial opte por apenas um dos padrões para deixá-lo mais preciso. Eu utilizo o padrão 2A quando trabalho com a técnica de três dedos, perceba que por termos três dedos para um total de quatro notas, os acentos cairão sempre sobre dedos diferentes neste padrão.


Exercício 03

Este exercício utiliza a mesma ideia que o exercício 02, porém tem a semicolcheia como célula principal, ou seja, quatro notas dentro de um único tempo.



Exercício 04


Neste exercício temos basicamente as mesmas ideias que os dois exercícios anteriores, sendo que agora a célula rítmica é composta tercinas de colcheias mudando um pouco os padrões utilizados na mão direita. No padrão proposto com dois dedos atente ao fato de que cada célula começara com um dedo diferente, e só teremos dois padrões para a mão esquerda sendo que eu prefiro utilizar o primeiro padrão (4B).


Estes estudos propostos com três dedos são bem interessantes, pois nos fornecem a possibilidade de tocar frases ou linhas de baixo mais rápidas e também explorar sonoridades com um dedo a mais da mão direita.

Estude estes padrões com calma e desenvolva a técnica com a qual se sentir mais confortável. Abraços e bons estudos!

Nenhum comentário: