Fernando Tavares

Fernando Tavares

terça-feira, 25 de setembro de 2018

Técnicas Para Contrabaixo – Notas Abafadas – Parte 3


Olá pessoal!
Nesta semana temos a terceira coluna sobre técnica de notas abafadas. 
Nos exercícios à seguir demonstrarei as principais aplicações do abafado em músicas mais suingadas. É importante que os exercícios anteriores estejam bem desenvolvidos e também as divisões rítmicas bem "seguras" para obtermos a sonoridade desejada. Se você ainda tiver dúvidas sobre ritmo, tente saná-las antes de seguir.

Os exercícios são aplicados sobre a mesma sequencia harmônica das colunas anteriores, uma cadência formada pelos acordes de Em7 (II) e A7 (V).

Exercício 1

No exercício 1, temos a levada construída com a colcheia tocada no contratempo, ou seja, no tempo fraco. Para aqueles que tem dificuldade com este tipo de levada aconselho contar 1 e 2 e 3 e 4 e, e tocar sempre que disser a letra "e". Nos compassos 3 e 4 temos aplicada a nota abafada em uma semicolcheia antes da nota executada, se você dividir o tempo em quatro semicolcheias o abafado é executado na segunda semicolcheia e a nota na terceira semicolcheia, este artifício é muito usado por baixistas de diversos estilos quando procuram dar um suingue maior no seu groove.


Exercício 2

No exercício 2, temos uma levada muito comum em músicas do estilo Pop, o baixo "cola" no bumbo executando as divisões rítmicas apresentadas nos dois primeiros compassos do exercício. Já nos compassos 3 e 4 temos a ideia de colocar um abafado uma semicolcheia antes das notas. Cuidado para não "sujar" o groove atrasando a nota e saindo do bumbo.


Exercício 3

No exercício 3, temos uma condução com frases sobre cada acorde, para o Em7 utilizei uma frase com a escala de Mi Dórico e sobre o A7 utilizei uma frase com a escala Blues Maior de Lá. No s dois primeiros compassos temos a frase simples e nos compassos 3 e 4, as variações utilizando abafados. Percebam que neste exercício já temos a ideia de substituir algumas notas pelos abafados e também os abafados dobrados no último tempo do compasso.



Agora os exercícios já estão sendo feitos com uma ideia bem mais musical. Ainda são exercícios e visam um maior domínio da técnica. Pratique-os com calma, pois usaremos estas ideias nas próximas colunas.

Vídeo



Um abraço e bons estudos!

Nenhum comentário: